Gripe: 32% dos grupos prioritários já foram vacinados

Sinais de febre, dor de garganta, dor de cabeça, dor nas articulações ou dor muscular, podem ser indícios de Gripe, à Influenza. De acordo com a Secretaria Estadual da Saúde (SES), se você tiver com esses sintomas, é necessário procurar atendimento médico. Ao lado da vacinação, o tratamento e a prevenção são os eixos que compõem o tripé de enfrentamento da doença. Em duas semanas de campanha, 32% dos grupos prioritários, já foram vacinados.

As vacinas estarão disponíveis em todos os postos de saúde do estado, gratuitamente, até o dia 1° de junho. Até essa sexta-feira, (4), foi vacinado um total de 846 mil pessoas dos chamados grupos prioritários, o que significa 32% da meta estipulada. Ao todo, foram vacinadas 93 mil crianças (16%), 106 mil trabalhadores de saúde (34%), 25 mil gestantes (24%), 7,5 mil puérperas (43%), 5,9 mil indígenas (26%), 576 mil idosos (39%) e 32,6 mil professores (27,5%). Também foram vacinados 1,5 mil funcionários do sistema prisional, 4,3 mil da população privada de liberdade, 172 mil portadores de co-morbidades e 9,4 mil inseridos na categoria.

Isso significa a aplicação de 1.033.078 doses. A campanha vai até 1º de junho. A prevenção segue sendo o melhor remédio. Segundo a SES, a meta é imunizar pelo menos 90% do grupo prioritário. São pessoas que tem mais chances de desenvolver quadros graves de gripe Influenza. O público-alvo é de cerca de 3,6 milhões de gaúchos. Entre os cuidados que se destacam, está a proteção da boca e nariz ao tossir e espirrar, cobrindo-os, de preferência, com a dobra do cotovelo, evitando o uso das mãos. Também é importante lavar as mãos com frequência, com água e sabão ou álcool em gel, e evitar locais com aglomeração de pessoas, se estiver com os sintomas.

Dia "D"

Como acontece todos os anos, a campanha vai ter um Dia D, para aumentar a mobilização. Será no próximo sábado, 12 de maio, quando os postos de saúde ficarão abertos. A vacina é segura e produzida por vírus mortos e fragmentados, ou seja, não há o risco de causar gripe nas pessoas. Ela protege contra três tipos de gripe Influenza: A (H1N1), A (H3N2) e B. A dose precisa ser renovada a cada ano, ou seja, mesmo quem se vacinou ano passado, deve se vacinar novamente.

Quem deve se vacinar?

Idosos com 60 anos ou mais;

Crianças de 6 meses até menores de 5 anos;

Gestantes;

Mães até 45 dias após o parto;

Trabalhadores da área da Saúde;

Povos indígenas;

Portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais;

Adolescentes e jovens de 12 a 21 anos que estejam cumprindo medidas socioeducativas;

População privada de liberdade e funcionários do sistema prisional;

Professores das escolas públicas e privadas.

Categoria:Geral

Deixe seu Comentário