Torres é o município melhor colocado no índice Firjan

Um levantamento feito pela Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan) apontou que o alto desenvolvimento socioeconômico é realidade de poucas cidades do Brasil. De acordo com o estudo divulgado nesta quinta-feira, 28 de junho, somente 7,9% dos Municípios do país têm este nível de classificação.

O estudo identifica que, dentre os 5.471 Municípios avaliados em 2016 pela entidade, apenas 431 tiveram alto índice de desenvolvimento – 223 a menos que em 2013, ano que precedeu o ingresso do país na recessão econômica. Em contrapartida, apenas 11 cidades foram classificadas com baixo desenvolvimento. O estudo indica que a maioria dos Municípios avaliados (3.743) tinha desenvolvimento moderado em 2016. Já os demais (1.286) tiveram índice regular de desenvolvimento.

O estudo é mensurado pelo Índice Firjan de Desenvolvimento Municipal (IFDM). Para que seja feito o cálculo do IFDM, foi feito o monitoramento das áreas de emprego e renda, educação e saúde com base nas estatísticas oficiais dos respectivos ministérios. O índice varia de 0 a 1, sendo que, quanto mais perto de 1, maior o desenvolvimento. No litoral Norte o município melhor colocado é Torres com índice 0.8206 aparecendo na 45ª posição no RS e 237 no Brasil, logo depois vem Capão da Canoa com índice 0.813 aparecendo na 79ª posição no RS e 419 no país, em terceiro no litoral está Capivari do Sul com índice 0.8005 e na posição 80 no RS e 420 no Brasil. Osório está na 4ª posição no litoral com índice 0.7958 estando na posição 90 no RS e 480 no Brasil. Imbé está na 6ª posição no litoral com índice 0.7484, 194 no estado e 1.176 no país.Tramandaí aparece na 9ª posição no litoral com índice 0.7212 aparecendo na posição 279 no estado e 1.686 no país.

 

Categoria:Litoral

Deixe seu Comentário