Em audiência pública, são apresentados os resultados da saúde no primeiro quadrimestre do ano, em Torres

Na tarde desta segunda-feira, 16 de julho, a Secretaria Municipal da Saúde de Torres realizou Audiência Pública de Prestação de Contas referente aos primeiros quatro meses deste ano. A atividade ocorreu na Câmara dos Vereadores contando com a apresentação da secretária Suzana Machado, a participação de cinco vereadores e a presença de pequeno público. No âmbito geral, o município atingiu os objetivos propostos otimizando recursos e ações. Na audiência foi manifestada a preocupação com o mamógrafo do Hospital Nossa Senhora dos Navegantes que está estragado há quatro meses

O Relatório de Gestão Municipal de Saúde tem como objetivo avaliar as ações desenvolvidas pela Secretaria Municipal de Saúde. Os indicadores de Pactuação demonstrando sinteticamente os resultados alcançados, evidenciando os aspectos que contribuíram ou dificultam para o desempenho de algumas ações. Nele constam a execução da receita e despesas da fonte municipal, estadual e federal. O Relatório, que consiste num instrumento de comprovação da aplicação dos recursos financeiros destinados as ações de saúde pública, foi distribuído ao presidente da Câmara Municipal, Fábio da Rosa, e aos vereadores Carlos Jacques, Marcos Klassen, Rogerinho e Val Bresolin,

Os vereadores ficaram satisfeitos com a exposição da secretária que contou com a colaboração de Gustavo Prates da Cunha, coordenador do Núcleo de Apoio à Saúde da Família. Porém, manifestaram preocupação com os atrasos nos exames para diagnosticar o câncer de mana. O mamógrafo do hospital, onde são encaminhados as usuárias do SUS, está estragado há quatro meses. O presidente Fábio da Rosa colocou a Câmara à disposição para somar forças na busca pela recuperação do mamógrafo. Os vereadores salientaram, que neste caso, um mês de espera pode fazer muita diferença na doença.

Categoria:Litoral

Deixe seu Comentário