Operação combate a pornografia infantil em oito cidades gaúchas

A Polícia Civil começou, nesta segunda-feira (27), a operação Infância Protegida II. A ação tem como objetivo combater crimes relacionados à pornografia infanto-juvenil cometidos pela internet. Desde o inicio da operação, seis pessoas foram presas. Ao todo, devem ser cumpridos 16 mandados de busca e apreensão em residências de Porto Alegre e outras sete cidades, que não foram divulgadas. 
A iniciativa é uma operação conjunta entre a Delegacia de Polícia da Criança e do Adolescente Vítima (DPCAV) e do Departamento Estadual da Criança e do Adolescente (Deca), com o apoio do Instituto Geral de Perícias (IGP). A primeira fase da operação ocorreu em fevereiro deste ano. Na oportunidade, três homem foram presos em Porto Alegre, Mostardas e Alecrim.
O delito está previsto no artigo 241-B do Estatuto da Criança e do Adolescente (Eca) que caracteriza coo crime de pornografia infantil "adquirir, possuir ou armazenar, por qualquer meio, fotografia, vídeo ou outra forma de registro que contenha cena de sexo explícito ou pornográfica envolvendo criança ou adolescente".

Categoria:Geral

Deixe seu Comentário