Inter acredita que está pronto para surpreender na reta final do Brasileirão

O Palmeiras não dá mostras de que irá desacelerar nas nove derradeiras rodadas do Campeonato Brasileiro. Pelo menos não a ponto de deixar escapar o título brasileiro. Porém, o Inter confirmou com a vitória sobre o São Paulo, domingo, no Beira-Rio, que reencontrou o bom futebol na fase decisiva da competição e, que, se o time de Luiz Felipe Scolari vacilar, estará pronto para surpreender na reta final. “Não fazemos uma crise quando perdemos, mas também não ficamos deslumbrados quando ganhamos. Confiamos no trabalho e seguimos em frente. Agora, vamos manter isso”, enfatizou Odair Hellmann, após a vitória sobre o São Paulo, domingo, por 3 a 1 no Beira-Rio.

O problema da campanha recente do Inter são os tropeços fora de casa contra equipes que lutam na parte de baixo da tabela. As derrotas diante do Sport e da Chapecoense, ambas no último mês, atrasaram os colorados, que somaram apenas 18 pontos no segundo turno. O Palmeiras, por sua vez, ainda não perdeu na segunda metade do Brasileirão e somou 26 pontos em 30 disputados. Por isso, passou São Paulo e Inter e chegou à liderança isolada. “Conseguimos vencer um jogo contra um adversário direto, resultado que vale também a reconquista da confiança em um momento fundamental da competição. Estamos na briga pelo objetivo maior”, enfatizou o vice-presidente de futebol, Roberto Melo.

A boa atuação contra o São Paulo serve de alento diante dos números que não são tão promissores. Principalmente com Leandro Damião e D’Alessandro em campo, o Inter encontrou-se e jogou uma de suas principais partidas do Brasileirão. É provável que Odair Hellmann mantenha essa formação para enfrentar o Santos, na próxima segunda-feira, de novo no Beira-Rio, até por falta de alternativas. “Temos a semana para pensar e trabalhar. O D'Alessandro está conseguindo jogar muito bem, como todos os jogadores do grupo. Mas vamos trabalhar com tranquilidade”, disse o técnico.

Odair dificilmente terá à disposição, contra o Santos, o atacante William Pottker, que deixou o gramado no primeiro tempo do jogo contra o São Paulo e ainda não teve um diagnóstico definitivo. A comissão técnica, porém, não trabalha com a hipótese de ele voltar nos próximos dias. Assim, o sistema ofensivo deve ser mantido com D’Alessandro, Nico e Damião.

Categoria:Geral

Deixe seu Comentário