A campanha nacional de vacinação contra a gripe Influenza será antecipada neste ano por causa da pandemia do coronavírus. A imunização, que costuma ser feita em abril, vai começar em 23 de março no Rio Grande do Sul e demais estados, e termina no dia 22 do mês seguinte.

O “Dia D” será 9 de maio. Neste ano, serão incluídos nos grupos prioritários adultos de 55 a 59 anos. A vacina contra a gripe não imuniza a população contra o coronavírus, mas é uma estratégia do governo federal para ajudar no diagnóstico do Covid-19, porque os sintomas das duas doenças são parecidos, explicou a Secretaria de Estado da Saúde.

As doses da vacina trivalente protegem contra os vírus H1N1, H3N2 e vírus do tipo B. Crianças vacinadas pela primeira vez vão receber duas doses, com intervalo mínimo de 30 dias entre elas.

As vacinas serão aplicadas em frente dos ESF's do Centro, Figueirinha, Rondinha e Bom Jesus. Os horários serão das 8 horas até meio-dia e depois às 13 horas até às 17 horas.


As etapas da campanha serão:

1ª fase – a partir de 23/03: idosos com 60 anos ou mais e trabalhadores da saúde;
2ª fase – a partir de 16/04: professores, profissionais das forças de segurança e salvamento, portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais;
3ª fase – a partir de 09/05: crianças de 6 meses a menores de 6 anos de idade, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), indígenas, adolescentes e jovens do sistema socioeducativo, presos, funcionários do sistema prisional e adultos de 55 a 59 anos de idade.

Deixe seu Comentário