Em mais uma caso de demissões em massa no setor calçadista, a fábrica da RR Shoes/Via Uno demitiu, nesta segunda-feira, 535 funcionários em Santo Antônio da Patrulha, no Litoral Norte. Em Teutônia, no fim de março, a empresa já havia dispensado 400 pessoas, encerrando as atividades da planta industrial.

Em Santo Antônio, segundo diretores informaram aos trabalhadores, 300 pessoas seguirão trabalhando no pavilhão da fábrica situada no Parque da Guarda. A loja, que fica no centro da cidade, também vai seguir vendendo direto ao consumidor. Apesar disso, o presidente do Sindicato dos Sapateiros de Parobé, João Pires, teme pelo pior em meio à crise do setor coureiro-calçadista. “Na região, a situação é mais complicada porque há diversos pequenos ateliês que prestavam serviços para essa empresa”, complementou. A reportagem busca contato com a empresa RR Shoes, mas ainda não obteve retorno.

A fábrica da Piccadilly, outra marca tradicional de calçados no Rio Grande do Sul, encerrou as atividades, com a demissão de mais de 500 trabalhadores também em Santo Antônio da Patrulha.

Deixe seu Comentário